Maracujá Roxo

A planta

O maracujá é uma planta da família Passifloraceae, onde se destaca o género Passiflora com 3 espécies economicamente importantes:

– Passiflora Edúlis Sims f. flavicarpa Deg – o maracujá amarelo ou azedo; 
– Passiflora Edúlis Sims – o maracujá roxo;
– Passiflora Alata Ait
– o maracujá doce.

É uma planta trepadeira, sub lenhosa, de crescimento continuo; o seu sistema radicular é pouco profundo, caule trepador, folhas lobadas e verdes com gavinhas (órgão de sustentação) gema florífera e gema vegetativa (origina rama) na axila da folha.

A flor

A planta entra em floração com 4-5 meses de vida. É hermafrodita com estigmas localizados acima das anteras (dificultando a polinização).

As flores do maracujá abrem-se de maneira sincronizada, uma única vez, e devem ser fecundadas no período em que estão abertas. Passado este período, aquelas que não sofreram fecundação caem da planta.

O fruto

O maracujá é um fruto muito aromático, de formato variado, globoso, ovoide, oblongo, com um peso que varia entre as 30 a 300g, até 9cm de diâmetro, de cor amarela, roxa, esverdeada ou avermelhada. 

Quando maduro, o fruto desprende-se e cai ao chão. A polpa do fruto, de cor amarela a laranja, envolve sementes numerosas, ovais, pretas, em número de 200 por fruto.

O fruto murcha após 6 dias de ter caído. O sumo do fruto tem acidez, que é mais elevada no maracujá amarelo, média no maracujá roxo e acidez baixa no maracujá doce.

Este fruto é fonte de vitaminas A, C e do complexo B. Além disso, apresenta boa quantidade de sais minerais (ferro, sódio, cálcio e fósforo).

Vitamina A 1.272 IU Vitamina C 30 mg
Cálcio 12 mg Ferro 1,6 mg
Vitamina D 0 IU Vitamina B6 0,1 mg
Vitamina B12 0 µg Magnésio 29 mg

(Quantidades por 100 gramas)

 Na Saúde

Sua utilização como sedativo é conhecida desde a antiguidade. Contudo, essa não é sua única utilização, pois pode ser utilizada como calmante, hipnótico, sonífero e tonificante.

As suas folhas atuam na ansiedade, asma, calmante, convulsão, crises nervosas e neurastênicas, espasmos e excitação nervosa, fadiga, inquietação, hiperatividade, nervosismo e insónia.

A Passiflora tem efeito depressor do sistema nervoso central, sendo utilizada no tratamento de distúrbios da ansiedade.

No entanto, o chá das suas folhas deve ser utilizado com cautela, pois elas possuem ácido cianídrico (cianeto), e, desta forma, podem levar a pessoa a um quadro de intoxicação.

A fibra de maracujá também traz benefícios pois tem efeitos positivos na diminuição do nível de colesterol, triglicerídios, no bom funcionamento do sistema gastro-intestinal e, até mesmo, no tratamento da diabetes.

O seu maior beneficio está na casca do maracujá- é rica em pectina, uma fração de fibra solúvel que no nosso organismo forma um gel, dificultando a absorção de carboidratos, da glicose (produzida no processo digestivo) e, também, das gorduras, o que é ideal para quem quer perder peso.

A farinha da casca do maracujá ajuda a diminui em torno de 20% as taxas de glicose, diminuindo os riscos de diabete.

Valor nutritivo

(Quantidades por 100 gramas)

Calorias  97
Gorduras Totais  0,7 g
Gorduras Saturadas  0,1 g
Gorduras Poliinsaturadas  0,4 g
Gorduras Monoinsaturadas  0,1 g
Colesterol  0 mg
Sódio  28 mg
Potássio  348 mg
Carboidratos  23 g
Fibra Alimentar  10 g
Açúcar  11 g
Proteínas  2,2 g

 


%d bloggers like this:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close